COMO FOI QUE O CINEMA ENTROU EM MINHA VIDA






No bairro onde eu morava tinha um cinema : Cine Santa Teresa. Foi onde conheci Maria Félix , Ninon Sevilla , Libertad Lamarque , Maria Antonieta Ponz , em filmes que tratavam de temas fortes. Detalhe: minha mãe me levava ao cinema desde os meus cinco anos.
Depois comecei a frequentar o Cine Art-Palace , especializado em filmes europeus. Foi uma festa ver Marina Vlady , Mylene Demongeot , Alida Valli , Antonella Lualdi , Rosana Schiaffino.
E então vieram os Épicos : Hércules , Maciste , Jasão , Teseu , Ursus , Rômulo e Remo . Porém Rosana Podesta e Jacques Sernas (Helena e Páris) em Helena de Tróia se tornaram simbolos da interminável magia que o Cinema é capaz de nos oferecer...



Daí este Blog.































quinta-feira, 13 de julho de 2017

A HORA DO PEGA PRA CAPAR


     Tão bom chegar em casa e encontrar a comida pronta e quentinha, hum? Nem precisa perguntar qual é o cardápio. 

BETTE COM BETTE


             Bette Davis atira o buquê para a irmâ gêmea que é ela mesma, mas a sofrida sister sai fora no ato. Uma rouba o homem da outra. Não são Mulheres de Areia, mas têm suas rivalidades.  Se a gente não tomar cuidado...Sempre esperei que minha irmã terminasse o namoro, para depois atacar...Mas ten gente que não tem carater.

CAPOTE E KEROUAC

Dois fenômenos americanos com seus gatinhos de estimação:  Truman Capote  e Jack Kerouac.  Parece que Truman Capote era mais chegado a gatos e no intervalo da Coisa escreveu o roteiro de Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's) que caiu como uma luva na personalidade de Audrey Hepburn. Capote é autor de um best seller baseado no assassinato de uma familia americana: A Sangue Frio (In Cold Blood).  E Jack Keorac não fez por menos, ao inovar a literatura americana com On The Road...

A PELE QUE HABITO

    Tinha que ser de Pedro Almodóvar esse filme louco.  Antonio Banderas vive um cirurgião competente que transforma um rapaz numa moça. As surpresas vão se empilhando uma em cima da outra e no final desabam em cima do espectador.  A excelente Marisa Paredes faz uma governanta dramática. Quanto a Banderas, bem maduro, deixa saudades do garoto que deu no franguinho assado...
                                       Poncelo e Banderas : A Lei do Desejo.

O ESCÂNDALO (LE SCANDALE)

          Um filme raro de Anthony Perkins que não apareceu por aqui. Dirigido por Claude Chabrol, estrelado por Maurice Ronet, Stephane Audran e Yvonne Furneaux, tem pinta de ser bom. Com o Cinema Francês a gente nunca sabe. Pode ser que numa viagem a Paris, a gente dê de cara com ele numa lojinha qualquer.  Não espere legendas em Português, mas se você for inteligente vai tirar de letra os diálogos.  Dica: tem um escândalo no meio, meio assim Brasil onde políticos e construtores fazem troca-troca... em dólar.

Quem sou eu

Minha foto
Petropolis, Rio de Janeiro, Brazil
Jorge Domingos , Analista de Comércio Exterior ,louco por Cinema desde os 04 anos de idade.