COMO FOI QUE O CINEMA ENTROU EM MINHA VIDA






No bairro onde eu morava tinha um cinema : Cine Santa Teresa. Foi onde conheci Maria Félix , Ninon Sevilla , Libertad Lamarque , Maria Antonieta Ponz , em filmes que tratavam de temas fortes. Detalhe: minha mãe me levava ao cinema desde os meus cinco anos.
Depois comecei a frequentar o Cine Art-Palace , especializado em filmes europeus. Foi uma festa ver Marina Vlady , Mylene Demongeot , Alida Valli , Antonella Lualdi , Rosana Schiaffino.
E então vieram os Épicos : Hércules , Maciste , Jasão , Teseu , Ursus , Rômulo e Remo . Porém Rosana Podesta e Jacques Sernas (Helena e Páris) em Helena de Tróia se tornaram simbolos da interminável magia que o Cinema é capaz de nos oferecer...



Daí este Blog.































sexta-feira, 28 de novembro de 2014

ESPUMA E PEDRA (POESIA)


JORGE  DOMINGOS

ESPUMA E PEDRA

Queria ser do mar a eterna espuma
que ama a indiferença do rochedo,
queria ser do mar  espuma mansa
que deixa-se bater sem esperança...
Da espuma o véu se rasga nos rochedos
em núpcias de dores e segredos,
inglório sacrifício da espuma,
no altar de pedra o ato se consuma
em himeneu de força e de fraqueza
aos deuses dedicado, com certeza.
Queria nesse pacto de louco
sentir o teu amor, mesmo que pouco,
buscando alguma fenda que permita
romper os teus silêncios de eremita.
Caprichos da maré baixam a espuma,
o mar despe o rochedo em meio à bruma,
o sol o encontra nu e sem o manto,
a espuma mais se rende ao seu encanto.
Não pode o mar levar-me em sua crista
apenas por efêmera conquista,
mas posso ter da espuma a alma errante
vagando ao teu redor, Rochedo Amante...




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Petropolis, Rio de Janeiro, Brazil
Jorge Domingos , Analista de Comércio Exterior ,louco por Cinema desde os 04 anos de idade.