COMO FOI QUE O CINEMA ENTROU EM MINHA VIDA






No bairro onde eu morava tinha um cinema : Cine Santa Teresa. Foi onde conheci Maria Félix , Ninon Sevilla , Libertad Lamarque , Maria Antonieta Ponz , em filmes que tratavam de temas fortes. Detalhe: minha mãe me levava ao cinema desde os meus cinco anos.
Depois comecei a frequentar o Cine Art-Palace , especializado em filmes europeus. Foi uma festa ver Marina Vlady , Mylene Demongeot , Alida Valli , Antonella Lualdi , Rosana Schiaffino.
E então vieram os Épicos : Hércules , Maciste , Jasão , Teseu , Ursus , Rômulo e Remo . Porém Rosana Podesta e Jacques Sernas (Helena e Páris) em Helena de Tróia se tornaram simbolos da interminável magia que o Cinema é capaz de nos oferecer...



Daí este Blog.































quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

CATS IN A HOT PEANUTS BUTTER

Anthony Perkins

Anthony Perkins dava comida a gatos,
Marlon Brando também dava,
James Dean dava sardinhas e removia espinhas...

James Dean e seu gato Marcus...

Gato cinza siamês
lambe chuvas que virão,
sobre almofadas de seda,
borboletas de Sião...
A Cat called Cat...
                No filme Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's)  o gato de Audrey Hepburn se chamava Gato.  No final, revoltada com sua vida sem sentido, ela solta o gato na chuva. Depois se arrepende e sai à procura, auxiliada pelo gato George Peppard.

Marlon Brando

Enquanto a manteiga derretia
diante de nossos olhos indiferentes,
o gato lambia...
O café esfria, os ovos estrelados endurecem,
pardais entram na cozinha
catando migalhas caídas da toalha.
Faria o mesmo efeito
um elefante entrar de repente
sugando-nos com sua tromba de tuba
e depois retirar-se tranquilamente
sem que nos telefone nenhum parente...

 


 

W.H. Auden  e  Pangur

               No filme Quatro Casamentos e um Funeral,  um poema de W.H. Auden é recitado durante os funerais do Tio Gareth ( Simon Callow ), justamente por seu companheiro (John Hannah) bem mais jovem e discreto.  O poema é Funeral Blues.   Por conta disso houve uma correria à procura dos poemas de Auden, ele próprio homossexual assumido, dado a visões ligadas à espiritualidade.  Auden será eterno, sem necessidade de modismos e sua obra pode ser conhecida por pesquisas na internet.   Funeral Blues merece atenção e reflexão, nestes tempos em que a Morte vem brincando com nossos sentimentos, escolhendo amigos muito queridos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Petropolis, Rio de Janeiro, Brazil
Jorge Domingos , Analista de Comércio Exterior ,louco por Cinema desde os 04 anos de idade.