COMO FOI QUE O CINEMA ENTROU EM MINHA VIDA






No bairro onde eu morava tinha um cinema : Cine Santa Teresa. Foi onde conheci Maria Félix , Ninon Sevilla , Libertad Lamarque , Maria Antonieta Ponz , em filmes que tratavam de temas fortes. Detalhe: minha mãe me levava ao cinema desde os meus cinco anos.
Depois comecei a frequentar o Cine Art-Palace , especializado em filmes europeus. Foi uma festa ver Marina Vlady , Mylene Demongeot , Alida Valli , Antonella Lualdi , Rosana Schiaffino.
E então vieram os Épicos : Hércules , Maciste , Jasão , Teseu , Ursus , Rômulo e Remo . Porém Rosana Podesta e Jacques Sernas (Helena e Páris) em Helena de Tróia se tornaram simbolos da interminável magia que o Cinema é capaz de nos oferecer...



Daí este Blog.































terça-feira, 6 de janeiro de 2015

HARRY POTTER NÃO É MAIS AQUELE

         O filme de estréia do diretor John Krokidas vai a fundo na homossexualidade do poeta Allen Ginsberg, conhecido por fazer parte da geração beat junto com Jack Kerouac, William Buroughs e Neal Cassady , o que remete à cidade de Tânger no Marrocos onde autores costumavam visitar Paul Bowles : Truman Capote e Tennessee Williams, Gore Vidal e Jean Genet.  Uma salada literária completa, com algumas transas eventuais entre eles.

Dane DeHaan e Daniel Radcliffe

Daniel Radcliffe na posição que Antonio Banderas já tinha assumido
em A Lei do Desejo, de Pedro Almodóvar

Nu por força da peça Ecquus...
         Tentando livrar-se da imagem de Harry Potter, Daniel Radcliffe vai fundo no papel do poeta Allen Ginsberg, num filme em que as cenas de sexo entre homens poderão torná-lo um Cult Gay...
Com beijo, na primeira vez...


 Paul Bowles, Allen Ginsberg e William Burroughs em Tânger.
O poeta Allen Ginsberg.

            No meio de tudo isso, o destaque ficou para Jack Kerouac e o clássico On The Road, considerado uma obra prima da  informalidade literária. Muita droga e sexo rolando diante da máquina de escrever.  Deu no que deu, mas muitos não deram...



VERSOS DE UM CRIME
             Um filme polêmico para platéias restritas. Na década de 1950, Allen Ginsberg, Lucien Carr e Jack Kerouac são acusados de matar David Kammerer, um professor apaixonado por Lucien Carr...

Allen e Peter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Petropolis, Rio de Janeiro, Brazil
Jorge Domingos , Analista de Comércio Exterior ,louco por Cinema desde os 04 anos de idade.